Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
4/05/15 às 19h45 - Atualizado em 29/10/18 às 12h38

Evento no TCU inicia ciclo de palestras sobre Carta de Serviços

O documento será uma espécie de catálogo das atribuições de cada ente da administração direta e da indireta de Brasília

30 de abril de 2015 – 18:29

Ocorrerá no dia 5 o segundo encontro do ciclo de palestras organizado pela Ouvidoria-Geral do DF, vinculada à Controladoria-Geral do DF, para troca de experiências entre o governo de Brasília e órgãos que já adotaram a Carta de Serviços ao Cidadão. A ferramenta de transparência é uma espécie de catálogo dos serviços e das atribuições de cada ente da administração direta e da indireta e que está sendo adotada na capital da República. O evento será no auditório do Banco Central, das 9 horas ao meio-dia. Na quarta-feira (29) ocorreu o primeiro encontro, no Tribunal de Contas da União.

“É uma carta de compromisso do governo para com o cidadão”, destacou o controlador-geral do DF, Djacyr Cavalcanti de Arruda Filho, durante a reunião de quarta-feira. Segundo o analista de Controle Externo do TCU Jetro Coutinho, “a carta tem potencial para reconstruir a imagem do Estado, porque o cidadão passa a ter maior poder de fiscalização”.

Transparência

Instituída por meio do Decreto nº 36.419, de 25 março de 2015, a Carta de Serviços ao Cidadão é um documento em que cada órgão do governo deverá detalhar suas atribuições e o que oferecem à sociedade. Dessa maneira, o cidadão terá a informação clara, por exemplo, sobre quem deve procurar para resolver seu problema. Os órgãos também terão de informar os padrões de qualidade de atendimento: as prioridades, os prazos, os procedimentos para lidar com reclamações, os mecanismos de consulta, os meios alternativos na falta de sistema informatizado e as estruturas mínimas das unidades de atendimento. Além do ciclo de palestras, outras ações estão sendo adotadas pela Controladoria-Geral do DF para orientar os órgãos do DF na elaboração do documento, como cursos na Escola de Governo.

Desburocratização

Foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal de quarta-feira (29) mais uma ação que visa facilitar o contato do cidadão com o governo. O Decreto 36.466, de 28 de abril de 2015, determina que a toda administração pública direta e indireta de Brasília adote medidas para desburocratizar seus processos. “É claro que a gente tem de trabalhar em outros segmentos, mas o decreto já dá um comando geral para as áreas simplificarem as rotinas; ele dá o arcabouço para o combate à burocracia no Estado”, explica o subsecretário de Desburocratização e Modernização, da Secretaria de Gestão Administrativa e Desburocratização, Rodrigo Barbosa.

O decreto determina, por exemplo, que os órgãos e entidades do Executivo local com base de dados de cidadão coloquem as informações à disposição de entes que requisitem certidões, atestados ou outras comprovações pessoais. O prazo para se adequar à regra é de 180 dias.

Após esse período, não se exigirá a apresentação de certidões ou de outros documentos já expedidos por outro órgão ou entidade do Executivo local — exceto nos casos de comprovação de antecedentes criminais; informações sobre pessoa jurídica; e situações expressamente previstas em lei.

Leia também Decreto torna mais ágil retorno dado pelas ouvidorias do governo Carta de Serviços ao Cidadão será ferramenta de cidadania.

Decreto torna mais ágil retorno dado pelas ouvidorias do governo

Carta de Serviços ao Cidadão será ferramenta de cidadania

Fonte: Agência Brasília, com informações da Controladoria-Geral.

Ouvidoria Geral do Distrito Federal - Governo do Distrito Federal

Anexo do Palácio do Buriti, 12º andar, sala 1203. - CEP: 70075-900 Telefone: 162